Regina Braga : Um Porto para Elizabeth Bishop


A atriz Regina Braga entra em cartaz nesta sexta-feira (13) com o monólogo Um Porto para Elizabeth Bishop.


A peça que foi montada pela primeira vez em 2001, foi escrita pela dramaturga Marta Góes especialmente para Regina.
Agora em 2011, dez anos depois, ela interpreta novamente a escritora e poeta americana Elizabeth Bishop, ganhadora do renomado prêmio Pulitzer e considerada uma das mais importantes escritoras do século XX.

Regina Braga fala sobre o desafio de reinterpretar a escritora.
''- Atualmente, consigo entendê-la melhor. Por causa da idade aproximada, consigo fazer uma leitura mais madura da peça. O cenário também mudou, e eu prefiro assim. Em 2001, fizemos em um palco imenso, agora está pequenino, mais compacto.'' e diz: ''- Bishop olhava cada detalhe da nossa cultura e comentava-os. É muito engraçado o olhar que ela faz da nossa natureza e sociedade. É aí que vemos como somos diferentes dos americanos. Esperamos, de verdade, que essa nova versão seja tão impactante e intrigante para o público como foi a original, montada há 10 anos.''





Segundo José Possi Neto, diretor da peça, a realidade de Bishop é contemporânea. Ele diz:
''- A relação homoafetiva é um dos assuntos mais comentados no Brasil ultimamente. Na última quinta-feira (5), o STF (Supremo Tribunal Federal) aprovou em Brasília a união estável entre pessoas do mesmo sexo. Bishop era uma homossexual assumida, polêmica, que admirava a naturalidade que, segundo ela, os brasileiros tinham para encarar assuntos como sexo, vida e morte. Entretanto, o tema principal não é sua sexualidade, e sim sua relação com o Brasil.''

A peça já chegou a ser matéria de capa do caderno de artes do principal jornal dos Estados Unidos, o The New York Times.

Vale lembrar que Regina Braga  viveu Cecilia, a mãe de Jaques Leclair, na novela Ti-Ti-Ti, da Globo.

COMPARTILHAR:

+1

0 Response to " Regina Braga : Um Porto para Elizabeth Bishop "

Leia também

Arquivo do blog

Total de visualizações

Follow by Email